hwc_about_2

HOMELESS WORLD CUP

Um giro pelo mundo

Desde 2003 o Brasil vem participando da Homeless World Cup, quando foi lançada em Graz, na Áustria. Desde então marcou presença em todas as edições: em Gotemburgo, Suécia (2004); em Edimburgo, Escócia (2005); na Cidade do Cabo, África do Sul (2006); em Copenhague, Dinamarca (2007); em Melbourne, Austrália (2008); em Milão, Itália (2009); no Rio de Janeiro, Brasil (2010), em Paris, França (2011), na Cidade do México, México (2012), em Poznan, Polônia (2013), em Santiago, Chile (2014) e em Amsterdam, Holanda (2015).

FUTEBOL DE RUA

O Jogo

Trata-se de uma categoria específica: cada time é formado por oito jogadores (quatro titulares e quatro reservas), sendo as substituições livres. Cada partida tem dois tempos de 7min cada. A quadra tem 22m x 16m e proteções laterais de 1,10m. Já a área de gol é um semicírculo de 4m de raio, tendo as balizas 4m de largura e 1,30m de altura. A arena remete ao futebol de rua jogado por milhões de rua mundo afora. Uma regra específica, que torna o jogo bastante dinâmico, é a que exige que cada time mantenha sempre um jogador no campo de ataque. Desta maneira, são até três atacantes sempre contra dois defensores no máximo.

Evento global anual que reúne populações excluídas de todo o planeta. Hoje são mais de 70 parceiros nacionais membros desta rede mundial.

map3
64
SELEÇÕES NACIONAIS

participam anualmente

Em 2003, eram 17 seleções e, hoje, são até 64 seleções participando anualmente, entre masculinas e femininas. Todos os continentes participam, incluindo potências mundiais, como Estados Unidos, Alemanha, Itália, França, Japão e Inglaterra, além de diversas outras nações como Haiti, Colômbia, Quênia, Índia etc.

'15
Holanda

Seleção com representantes de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Apenas a seleção masculina participa. Falcão é o padrinho da seleção. Brasil segue como líder do ranking mundial da Homeless World Cup.

Seleção com representantes de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Apenas a seleção masculina participa. Falcão é o padrinho da seleção. Brasil segue como líder do ranking mundial da Homeless World Cup.

'14
Chile

4º (M) 3º (F)

Circuito Futebol Social realiza etapas em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. CNC – Confederação Nacional do Comércio – torna-se patrocinadora. Após o Mundial, Brasil participa da Copa América, realizada no Perú.

'13
Pôlonia

Finais do Circuito Futebol Social realizadas em São Roque/SP com a participação de 24 equipes de todo o país; Apoio da FAB para transporte dos projetos sociais de Brasília e Rio de Janeiro; Brasil participa com apenas 1 técnico e 4 jogadores (sem reservas) e de maneira invicta (13 vitórias) vence o Mundial pela 2ª vez.

'12
México

3º (M) 2º (F)

Finais do Circuito Futebol Social realizadas em São Vicente/SP com a participação de 24 equipes de todo o país; Fundação Telmex patrocina Homeless World Cup e maior torneio até então é realizado; Equipes brasileiras são recebidas pelo Embaixador brasileiro no México.

'11
FRANÇA

Comitê Organizador é presidido por Arsene Wenger, técnico do Arsenal; Participação das seleções masculina e feminina brasileira; Ex-jogador Romário torna-se embaixador do Futebol Social; Brasil assume liderança no ranking mundial de participações nos mundiais; Etapas locais e regionais.

'10
Brasil

1º (M) 1º (F)

Dentinho, ex-Corinthians é o padrinho; Leo Moura, flamengo é um dos embaixadores; Vence os 2 torneios; Etapas locais e regionais; Etapa final – SP; 12 equipes – SP, RJ, DF e MG; Concentração (pré Mundial) em parceria com o Corinthians.

'09
Itália

Fundada a Associação Brasileira de Futebol Social; Torneio no Estádio Pacaembu, em São Paulo; 8 equipes de São Paulo; Concentração (pré Mundial) em parceria com o Corinthians, no CT de Itaquera.

'08
Austrália

É fundado projeto Futebol Social, da Ocas. Jogador brasileiro Carlinhos é considerado melhor jogador do torneio; Primeiro campeonato feminino; 1o evento em São Roque, interior de SP. 8 equipes de São Paulo; Concentração (pré Mundial) em parceria com o Corinthians, no CT de Itaquera.

'07
Dinamarca

22º

Brasileira Michele é a melhor do torneio; É convocada para seleção sub20; Atua no Flamengo, Palmeiras, Alemanha; Equipe formada por vendedores da revista Ocas, jovens do Instituto Bola Pra Frente e jogadores selecionados pelo Torneio Futebol Solidário da Prefeitura de São Paulo.

'06
África do Sul

16º

Falcão apadrinha seleção brasileira. Início do apoio da Nike do Brasil; Equipe formada por vendedores da revista Ocas” (SP+RJ) e usuários dos albergues municipais de São Paulo.

'05
Escócia

11º

Equipe formada por vendedores da revista Ocas; Vendedor da revista de 70 anos é o mais velho jogador do Mundial.

'04
Suécia

15º

Ex-jogador Raí apadrinha seleção brasileira; Equipe formada por vendedores da revista Ocas.

'03
Áustria

Evento piloto da International Network of Street-papers; Participação de equipe organizada pelo Criança Esperança.